quarta-feira, 7 de julho de 2010

ANIVERSÁRIO, 50 ANOS


Inicialmente, já há alguns meses, idealizei fazer uma festa, ou melhor, uma mega-festa que teria inicío no sábado, dia três, de manhã e terminaria no domingo, dia quatro, ao cair da tarde.
Pensei realizar um "Woodstock" à Chamusquense nas colinas do Senhor do Bonfim.
Teria muita comida, muita bebida, muitos sorrisos, gargalhadas, lágrimas de emoção, (porque não?), karaoke, música ao vivo, fado, folclore, música ambiente dos anos sessenta e setenta, um pédipaper, uma missa de intenção pelos amigos já falecidos, mas nunca esquecidos, enfim... várias actividades em total e franco convivio com muitos dos que fizeram, ao longo destes cinquenta anos, parte da minha vida.
Seria um convivio/festa para cerca de duzentas pessoas, senão mais.
Olhando para trás e fazendo jus ás várias actividades onde estive inserido, desde o futebol, rádio, fado, folclore, teatro, tauromaquia, companheiros de escola e liceu, politica.... Bem contados, seriam bem mais de duzentos.
Uma coisa assim à antiga, pelas largas... Mas.... há sempre um mas.... a crise instalada, a confessa falta de ânimo e de dinheiro (que também é preciso) deitou tudo por terra.
Já sei que não se pode ter tudo e resignei-me.
Quem sabe um outro dia, numa outra oportunidade.
Agradeço ao meu Amigo Rafael Marcelino que de bem longe (Canadá) me enviou algumas lembranças.
Teria de fazer esta introdução apenas para explicar a razão do sucedido no passado domingo.
Tendo transmitido todo este projecto e, logo após, as minhas reticências e recusa, à minha esposa, pensou Ela, a Paula, e em segredo, oferecer-me uma festa surpresa. Embora com inúmeras ausências, compreensivas, reuniu o chamado "núcleo duro", representativo, do dia a dia, familiares e amigos, cúmplices no segredo, num almoço convivio no "Poiso do Besoiro".
Ás duas da tarde, entrei e deparei-me com aquela mesa corrida plena de Amigos e familiares que me receberam com uma ovação.
Obviamente, a emoção foi enorme.
Confesso não estar nada à espera daquela recepção e de rever a Paula Simões e o Francisco Luz, o Adelino Martins e a Otilia Inglês, o casal Estorninho, João e Guida, O Custódio Castelo e a Cristina Maria, o Manuel Petisca e o João Chora, a minha Mãe e o Chico Godinho. Muitas prendas, abraços, beijos... e um certo nó na garganta.
E perguntava-me: "Que raio fiz eu para merecer tanto?"
Depois de se comer bem e beber melhor, acabei por cantar dois fadinhos e dizer três poesias, para depois ser obsequiado com fados nas vozes do João Chora e da Cristina Maria, acompanhados que fomos pelo, que eu considero o melhor guitarristas do Mundo, Custódio Castelo.
Uma breve passagem pela minha casa, e a noite chegou de mansinho para atenuar as emoções de um dia. O dia em que comemorei o 50º aniversário.
O meu profundo e sentido reconhecimento a todos, sem excepção, que me ligaram via télemovel, enviaram sms's, mensagens no facebook, no hi5, etc, etc...
Um dia inolvidável, de grande carga emotiva, muito para além do esperado e, talvez, do merecido.




























video

video

10 comentários:

  1. Graçolas de oportunidade:

    Já quase precisas de um extintor para apagar tantas velas!

    Renovados votos de parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Festas dessas,só tem quem merece....quado eu fizer 50 tamb. quero! a Paulinha está de parabens. BEIJOCAS PARA TODOS

    ResponderEliminar
  3. Renovo as minhas felicitações, caro Raul, com um forte abraço e votos de muita saúde e felicidades

    ResponderEliminar
  4. Agora só quando fizeres mais 50 é que voltas a ter assim uma festa.... LOOOL...e eu gostava de cá estar pa ver....Era bom não era.... =)

    ResponderEliminar
  5. Adorei estar presente na tua festa de meio século de vida, Obrigado, Paulinha, pelo convite, ainda ontem eras uma crianchinha, como o tempo passou depressa amigo, aproveita bem os outros 50! eu estarei sempre a presenciar como te portas..... e na festa dos próximos 50, não quero faltar. A Paulinha pode mesmo fazer o convite por mail...
    Um abração e uma beijoka à Paula.
    Manel

    ResponderEliminar
  6. Só Emoção! Tanta Emoção!
    PARABENS por Seres assim!!! Estado Puro!!!
    São Muitas as Saudades, acredita!
    Ainda por cima o Fado estava bem cantado à brava...
    Longe da Vista, mas perto do Coração...sempre!
    Um Abraço que dure mais cinquenta anos (pelo menos)!!!
    Beijos à Paulinha e Abraços aos rapazes (já nem reconheci o Pedrito!)

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Venham mais 50 duma assentada!!!
    Abração

    ResponderEliminar
  9. Caro amigo Raul C.
    Renovo os meus PARABENS e votos de muita saúde para si e todos os seus.Um grande Abraço.

    Aquele bife ao alho no Poiso do Besoiro anda cá atravessado..lolll
    Que saudades...

    ResponderEliminar