sábado, 23 de outubro de 2010

AFINAL A TERRA FOI CRIADA A 23 DE OUTUBRO E TEM APENAS 6014 ANOS

James Ussher ou simplesmente Usher (Dublin, 4 de Janeiro de 1581 — 21 de Março de 1656) foi um Arcebispo de Armagh.

Baseando-se na Bíblia, escreveu o livro The Annals of the World em 1658.
Baseando-se no número de gerações, na duração média da vida humana e nas principais figuras bíblicas desde Adão e Eva até ao nascimento de Jesus, Ussher afirmou que a terra tinha sido criada às 9 horas da manhã do dia 23 de Outubro de 4004 a.C (domingo)e o dia da expulsão de Adão e Eva do paraíso em 10 de novembro de 4004 a.C (segunda)e até a data do "estacionamento" da arca de Noé no Monte Ararat (Turquia) a 5 de maio de 2348 a.C (quarta).

Tal precisão conferiu-lhe grande credibilidade entre os seus contemporâneos.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

21 de OUTUBRO de 1905



Ontem foi dia 21 de Outubro. Uma data histórica para a Chamusca pois que há 105 anos foi adjudicada a construção da sua Ponte.



Para o facto foi importante a influência e todo o empenho e dedicação do Dr. João Isidro dos Reis.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

NUM PAÍS EM CRISE....

Vídeo que expõe, mais uma vez, o que o Portugal Republicano gastou num momento de crise para comemorar uma data que APENAS aos mesmos diz respeito.

É PENA que o Portugal Republicano não tenha qualquer problema de consciência em gastar o dinheiro de TODOS nós, enquanto que aos Portugueses se pedem novos sacrifícios e se descaracteriza o... significado da NACIONALIDADE a qual aconteceu há 867 anos nesta mesma data.

No entanto, para celebrar esta data ímpar NÃO se gastou um euro e SINCERAMENTE ainda bem, pois Portugal encontra-se num momento CRÍTICO da sua História e NÃO nos podemos dar ao LUXO de andar a DESPERDIÇAR fundos em festas quando há um número crescente de Portugueses no desemprego e a passar fome.



quarta-feira, 13 de outubro de 2010

AS PEGAS NA NOCTURNA DE TERÇA FEIRA, 5 DE OUTUBRO, EM VILA FRANCA

Na passada terça feira, dia 5, depois do Encontro da Frente de Acção Pró Taurina, fui aos toiros na companhia da Catarina Bexiga.




Aqui ficam os filmes das pegas dos Forcados Amadores de Vila Franca de Xira que tradicionalmente pegam em solitário os seis toiros desta nocturna.



video

video

video

video

video

video




No final da corrida, Gonçalo Montoya lidou o melhor toiro da noite da ganadaria de Oliveiras.

video

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

AMÁLIA E ANTÓNIO BIENVENIDA, DUAS SAUDADES.

Esta semana trouxe-me duas efemérides tristes, para não falar de outras, claro.
Falo concretamente do 11º aniversário da morte de Amália Rodrigues, ocorrido a 6 de Outubro de 1999.
Um dia tive a felicidade de a entrevistar na sua casa em S. Bento, conjuntamente com José Sirgado e o apoio técnico de Joaquim José Queimado.
Falar de AMÁLIA será sempre muito pouco para a grande dimensão da Fadista, da Artista, da Mulher.
Resta-nos a saudade e os seus trabalhos gravados para delicia de todos os que a idolatrámos.






Embora não o tenha visto tourear ao vivo, desde que vi alguns filmes de D. António Bienvenida, António Mejias Jimenez, logo senti uma grande admiração pela forma de tiurear do que foi considerado o Rei dos Toureiros e, na minha opinião, o Toureiro mais natural da História da Tauromaquia.
Nele não se notava um músculo ou nervo tenso, nele tudo era natural. A chamada "dificil facilidade" estava ali, toda.
A dada altura da minha vida, em 1983, fui a Barcelona e lá comprei uma revista taurina que tinha na capa uma foto de Paco Ojeda. Mas lá dentro trazia uma reportagem sobre esta grande figura da tauromaquia.
D. António Bienvenida, como era simpáticamente conhecido, pelo seu senhorio e simpatia, "El Torero de la sonrisa", faleceu há 35 anos, dia 7 de Outubro, em resultado de uma voltareta infligida por uma vaca de nome "Conocida" na quinta de Amélia Perez Tabernero.


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

5 de Outubro de 1143 Independência de Portugal

O meu 5 de Outubro, e o de milhares de portugueses, servirá para festejar o Tratado de Zamora. Nunca poderei festejar uma revolução sangrenta, nascida de um assassinato, o regicidio. Festejo sim, a independência de Portugal. Por isso as minhas bandeiras de Portugal esvoaçam, desfraldadas, no meu terraço. Para se perceber melhor o que foi essa revolução e o que daí adviu.... vejam.



Em Guimarães os meus correlegionários declararam lealdade a S.A.R. D. Duarte, sucessor do trono de Reino de Portugal.



video

Sábado em Azinhaga e Vila Franca

Sábado 2 de Outubro. A convite de Fernando Pombo fui almoçar ao Páteo do Burgo, na Azinhaga, onde aí fomos presenteados, para além de um excelente repasto, com um filme fotográfico da digressão do Rancho Folclórico "Os Campinos da Azinhaga" a Terras Açorianas. Tendo na ideia de ir aos toiros a Vila Franca, ao cair da tarde desloquei-me até à Rondulha onde aí jantei com Catarina Bexiga e logo após para a "Palha Blanco". Tempo ainda para tomarmos um café no "Redondel" conjuntamente com a Paula Villaverde, Tita Inglês, Adelino Martins, Joaquim Tapadas e Guilherme Carvalho. Algo mais de meia casa para vermos o mau jogo dos toiros de Veiga Teixeira, um pouco reservados, alguns distraídos, um outro buscando tábuas, e lides pouco convicentes de Ana Batista e Pedro Salvador e a pouca sorte no sorteio de Manuel Telles Bastos, o primeiro inválido e o segundo um manso declarado. Os grupos de forcados do Ribatejo, Aposento do Barrete Verde de Alcochete e de Alenquer resolveram a papeleta com maior dificuldade dos homens de Alcochte perante o segundo da ordem.

video

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Rafael Marcelino no "Porta Aberta"

Domingo dia 26 de Setembro. Anunciada um corrida de toiros em Almeirim. Cartel deveras aliciante composto por António Telles, João Salgueiro e Vitor Ribeiro, toiros de Fernandes de Castro e Forcados Amadores de Alcochete e Aposento da Moita.
Na Tv, duas em simultâneo, em directo de Sevilha, Morante, El Juli e Oliva Soto, toiros de Zalduendo e, em San Fernando, uma corrida Goyesca com os matadores de toiros Francisco Ruiz Miguel, Enrique Ponce e Juan José Padilla perante toiros de Ana Romero.

Natural de Juncal, freguesia do concelho de Porto de Mós, Rafael Marcelino teve de buscar melhores condições de vida no longiquo Canadá, sempre manteve este gosto pela Festa acompanhando-a à distância, com as noticias que lhe chegam via internet, e vendo uma ou outra corrida no computador. Esteve em Portugal para umas merecidas férias e tratar de assuntos relacionados com a sua vida pessoal e familiar, e com tempo para assistir a duas corridas na Moita do Ribatejo e uma outra ainda em Évora.
Combinados que estávamos em reencontrar-mo-nos para almoçar no "Poiso do Besoiro" para um bife d'alho, tal não foi possível, mas sempre encontrámos uma solução para, no Domingo passado, vir até aqui a casa, ver em zapping as duas corridas pela TV, em detrimento da toirada em Almeirim, jantarmos um bacalhau com natas, bebermos um tintinho "Bacalhoa" e "Duas Quintas" (nós tratamo-nos bem) e ainda pôde ver o seu Sporting na Tv.
Assim passámos a tarde e a noite de Domingo em amena cavaqueira vendo o que mais gostamos.